Atos propõe Big Data como vantagem competitiva no setor de telecomunicações

Previous press release

Atos propõe Big Data como vantagem competitiva no setor de telecomunicações

No painel para empresas de Telecom, a proposta é gerar valor para clientes e monetizar ferramentas.

Rio de Janeiro, 21 a 24 de outubro de 2013 - O Futurecom 2013 contará com palestra do Diretor Executivo de Consultoria e Serviços de Tecnologia da Atos para a América Latina, Fernando Simões, que abordará os desafios e oportunidades no uso da tecnologia Big Data.

O mercado de telecomunicações passa por uma onda de transformação global.  Na Europa, estima-se que receitas com serviços tradicionais de Telcos terão redução de 40% até 2020. No Brasil, o movimento não é diferente. A fidelização de clientes virou dificuldade para empresas em um mercado altamente competitivo.

De acordo com Fernando Simões, o desafio para as Telcos está claro: compreender as necessidades do consumidor e superar suas expectativas. “Nesse sentido, o Big Data traz uma promessa de otimização da rentabilidade nunca antes contemplada. São sistemas com capacidade para processar dados em tempo real com grandes volumes, em alta velocidade e com grande variedade de fontes e tipos de dados”, explica o diretor, que promete falar em seu painel sobre ferramentas inovadoras criadas a partir do Big Data.

Simões afirma que será possível reconhecer, em tempo real, quando um consumidor alterar, por exemplo, seu pacote de dados quando comprar um novo smartphone. “Empresas poderão monitorar clientes e montar um pacote de oferta especial para incentivá-los a contratar mais banda”, completa.

Nome da Palestra: Big Data para Telcos: Monetizando informações.
Quando: 23 de outubro, quarta-feira, das 9h30 às 10h
Onde: Futurecom 2013 - Auditório Copacabana

O website da Atos utiliza cookies. Ao continuar a navegar neste website, concorda com a utilização de cookies para medir e compreender a forma como as
nossas páginas são vistas e melhorar a forma como o nosso site funciona. Se não concordar, poderá optar por desativar os cookies no seu navegador, tal como
referido na nossa Política de Privacidade
Aceitar cookies Mais Informação