Acessibilidade no Rio e no mundo


Ao passo que os Jogos Paralímpicos têm cada vez mais sucesso, e a demanda por ingressos é mais alta do que nunca, o foco do mundo todo continua sendo a determinação esportiva. Toda a atenção agora está em 21 arenas do Rio, onde a competição acontece em 23 modalidades paralímpicas.

 

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, quase 1 bilhão de pessoas são deficientes, e uma em cada cinco pessoas vivenciará alguma deficiência ao longo da vida. Isso mostra o quanto a acessibilidade é cada vez mais importante. Um estudo feito pela revista Fortune descobriu que o custo de criar ajustes razoáveis para pessoas no trabalho era 40 vezes menor do que o custo de substituição e treinamento de trabalhadores.

 

A acessibilidade não se trata apenas de rampas e criação de acessos: é sobre tornar informações, produtos e serviços disponíveis para todos os envolvidos em todas as áreas, mesmo naquelas que não pareçam óbvias de imediato.

 

As empresas não devem fazer diferenciação entre técnica e técnica assistida: tudo tem a ver com personalização, permitindo que as pessoas consumam produtos da maneira que desejarem. Recentes inovações em tecnologia de acessibilidade incluem óculos inteligentesque enviam lembretes a pessoas com problemas cognitivos, dispositivos wearable que alertam familiares sobre a localização do usuário (bastante útil para pacientes com demência), legendas de vídeos com IA e tecnologia beacon ,para ajudar deficientes visuais a se locomoverem sem auxílio.

 

Com 1 bilhão de deficientes e uma população mundial cada vez mais idosa, ao fornecer produtos e serviços inacessíveis, você reduz consideravelmente o seu potencial de mercado. O argumento para a Experiência do Usuário Inclusiva (IUX, na sigla em inglês), que combina disciplinas de acessibilidade e usabilidade, é bastante interessante. Planejando a IUX desde a concepção do projeto, você poderá fornecer produtos que sejam bonitos, usáveis e acessíveis com baixo custo.

 

Assim como na responsabilidade corporativa, as empresas precisam abraçar e integrar a acessibilidade nas próprias culturas, pois ela apoia uma estratégia de tecnologia corporativa ao:

  • Encorajar a diversidade – Permitir que pessoas talentosas possam trabalhark
  • Criar produtos e serviços fáceis de usar
  • Melhorar a produtividade
  • Garantir o cumprimento de obrigações legais

Acima de tudo, as empresas precisam pensar de maneira holística e universal. Precisam refletir sobre os problemas que não estejam no controle direto delas. Por exemplo, você pode ter um estádio realmente acessível, mas precisa considerar a infraestrutura de suporte: se as rotas até o estádio forem inacessíveis, as pessoas não poderão chegar até ele. A acessibilidade faz da vida mais feliz e digna para todos nós

Rio 2016 newsletter

If you would like to receive more stories like this, please subscribe to our Olympic Games newsletter

 

         

Related resources

Blog article

 

Access all areas >>

Making assistive technology (AT) tools discreet and integrating them into commonly used products should be an important objective for businesses seeking to be more inclusive.

Blog article

 

Unlocking accessibility through wearables >>

Living in the digital era, we’re more accustomed to accessing services online, both as consumers and workers. But these services are not universally accessible. Today, there are 49m adults living in the UK, with 6.7m unable to get online.

 

Paralympic Games

Paralympic Games >>

 

“There is no doubt that the expertise and experience of Atos Business technologists has had a positive impact on the development of the Paralympic Movement”

 

 

Related information

Creating a sustainable firm of the future

Our corporate responsibility is part of our three-year plan Ambition 2016 strategy and is based on 3 strategic axes, which respond to our 4 high level challenges

 

Leading by Example

“Our ambition is to be recognized as the preferred responsible European IT company with a global reach, providing support to our customers as they reinvent their growth models in challenging economic periods.”

Thierry Breton, Chairman and CEO

 

 

Atos - the Worldwide IT Partner of the Paralympic Games

Atos - the Worldwide IT Partner of the Paralympic Games The Paralympic Games are elite sport events for athletes. They clearly emphasize the participants' athletic achievements, not their disability. The movement has grown dramatically since its early days.

O website da Atos utiliza cookies. Ao continuar a navegar neste website, concorda com a utilização de cookies para medir e compreender a forma como as
nossas páginas são vistas e melhorar a forma como o nosso site funciona. Se não concordar, poderá optar por desativar os cookies no seu navegador, tal como
referido na nossa Política de Privacidade
Aceitar cookies Mais Informação